Patrick

Boa noite irmãos.

Gostaria de poder dizer que estou bem, mas ainda não posso dizer isso.

Anos já se passaram .mas ainda não me sinto confortável comigo mesmo,

Com meu corpo tão magro, tão doente.

Meu cérebro ainda não processou a minha nova situação.

Anos de desencarne não querem dizer nada.

Sei que quem aqui ficou ainda chora , lamenta e sofre por mim.

Tudo ela fez por mim, quando eu era da Terra.

A doença me aniquilava os pulmões, e muito enfraquecido desisti de lutar pela vida,

Me entreguei nos braços de abençoados enfermeiros de amor, confiante de já ter minhas dividas pagas.

Ledo engano.

Meu desencarne serviu para abrir as portas do meu passado, aquele que eu queria ter esquecido, mas ele veio a tona a todo vapor.

Sei que tenho ainda muito a resgatar, nesta vida ainda não deu.

Mas voltarei para reparar meus erros passados.

Eu e minha mãezinha iremos vir juntos outra vez, espero por ela.

Sem ela não posso resgatar minhas contas.

Mas deus com sua infinita bondade, permite que eu vele e espere por ela !

Sinto não ter conhecido os ensinamentos antes,

Agora estou cansado , os irmãos me chamam, preciso ir !

Até outro dia, se Deus assim permitir.

Saudades de vocês ( tios).

Patrick

Abraços.