Por vezes

Por vezes o choro se faz útil, para lavar a sujeira que carregamos dentro de nós.

Por vezes o riso serve para lembrar que ao desperdiçar um momento de alegria,

deixamos de contemplar as belezas da vida.

Por vezes os tropeços servem para  nos ensinar como se levantar.

Por vezes as feridas servem para te mostrar que sua carne não é eterna então, não

desperdice esta oportunidade.

Por vezes a perda serve para aprender e liberar o amor que existe dentro de tí.

Por vezes a tristeza serve para que aprenda a valorizar os momentos de alegria.

Por vezes a falta de palavras serve para dar valor aos momentos de reflexão.

Por vezes a vida serve para reparar nossos erros e darmos valor a nossa encarnação.