Nobre

Em nome de Jesus, obrigado pela oportunidade.

Gostaria de relatar o meu histórico de vida aqui na Terra.

Vivi há muito tempo, sou do século passado, no comecinho do século.

Fui um nobre, um duque, e me gabava dos meus poderes.

Tinha escravos e gostava de judiar deles.

Um dia me casei, minha esposa era nobre também, mas muito boa.

Gostava de ajudar os mais infelizes.

E começava pela minha fazenda. Montou uma barracão onde ajudava e ensinava as crianças de escravos.

Não tivemos filhos, então comecei a ter amantes e seduzir também escravas bonitas e mocinhas.

E com elas tive muito filhos, só que não os reconhecia.

Minha esposa descobriu e tentou falar comigo, mas mulher não tinha voz no mundo, só homens tinham voz e poder.

Ela cuidava dessas crianças, mas eu conseguia ser muito bruto, pois achava-os inferiores e que eles não tinham alma.

Um dia descobri que estava enfermo, muito doente, não conseguia mais ficar em pé.

Os meus genitais estavam em carne viva e cheio de pus, nenhuma medicação conseguiu me curar.

Fui sucumbindo à doença e morri.

Não sabia se morri, quando cheguei num lugar escuro, fétido, me pegaram e me escravizaram.

Tive dores atrozes, me maltrataram de tudo que era jeito.

Sofri dores atrozes, ali fiquei acorrentado, não sabia quanto tempo fiquei lá.

Doía tudo, estava em carne viva, purgava e escorria aquele pus e sangue e não sarava.

Um dia, não aguentando mais, pedi pelo amor de Deus , que me ajudassem.

Vieram anjos com luzes brancas e me tiraram de lá.

Estou em tratamento ainda, mas estou melhor agora.

Como dizem: aqui se faz, aqui se paga.

Vou me reencarnar para pagar tudo que fiz de errado e pretendo ser uma pessoa melhor.

Não sei se conseguirei, pois na carne a gente e mais fraco,

Mas com ajuda da minha esposa, eu tentarei melhorar.

Obrigado pela ajuda.

Muito obrigado

Dom  Juan.