Juninho

Como estou feliz em estar aqui na matéria, sou Juninho.

 

Saí deste plano por uma doença muito triste, que doía muito meus ossinhos,

tão pequenos e fracos.

 

Vim para o mundo espiritual, chorei, queria mamãe e papai.

 

Mas aqui encontrei muito amor de mamães que já tinham sido minhas mamães.

 

E de papais, que já tinha, sido meus papais e muita luz.

 

Mulheres amorosas e carinhosas cuidaram de mim, Vovôs e Vovós me ensinaram.

 

Aqui aprendi o porque de tudo.

 

Em outras vidas eu fui um soldado ruim e, quebrei muito ossos de muitos inocentes.

 

Eu precisei, eu quis, eu aceitei a doença para evoluir

 

E também para poder pedir perdão aos meus inocentes.

 

Juninho, um dia Giulius, foi muito mal, hoje Juninho é bom.

 

Tem luz, brinca e é feliz.

 

Juninho só quer vir um pouco, brincar, limpar, iluminar e cuidar.

 

Mas a menina ainda insegura, não conhece e tem medo.

 

Mas Juninho está aqui e adorei os doces.

 

Deliciem todos vocês, virem as suas criancinhas e vamos para Jesus que um dia disse:

 

“ Vinde a mim as criancinhas “.

 

Juninho foi.

 

Juninho gostou muito.

 

Juninho quer todos sorrindo felizes.

 

Juninho já vai e vai levar as tristezas de todos.

 

Porque Juninho quer todo mundo feliz.