Dia dos Pais

Queridos e amados irmãos que se encontram nessa casa de oração, para pedir e receber uma

energia muito valiosa.

 

Para que suas vidas sejam muito boas ao sair daqui.

 

Que o ensinamento do Evangelho sirva como exemplo.

 

Eu aprendi muito com meu desencarne.

 

Quero relatar aqui nessa mensagem o que eu , Amélia,  relato.

 

Todo meu sofrimento que tive para criar meus cinco filhos, que com muito sacrifício

consegui formar todos eles.

 

Meus queridos, o que quero dizer aqui nessa mensagem é que criamos nossos filhos,

não é para nós e sim para Deus.

 

Ele dá os filhos para nós criar para Ele.

 

Amados, depois de muitos anos, meus filhos foram embora e deixaram eu e meu velho só.

 

Em uma cidade, em uma rua de São Paulo.

 

Ficamos só sem nossos filhos, que foram para outro país.

 

Eu e meu velho ficamos com uma saudade enorme.

 

Meu velho sempre perguntava de minha filha mais nova, a queridinha Marcinha,

que nunca escreveu para ele.

 

Amados, depois ficamos muito dormentes e fomos parar em um hospital , e depois

para um asilo.

 

O que eu mais sentia falta era dos meus filhos, que nunca vinham ver seus pais.

 

Sentia inveja de ver os filhos dos outros idosos visitar e nós, só saudades.

 

O que quero dizer nessa mensagem é que está chegando o dia dos pais.

 

Não façam isso que fizeram com nós.

 

Para seu pai dê alegria, dê abraço de compreensão.

 

Se você não tem mais pai, não tem problema.

 

Vá até um asilo e adote um pai para vocês.

 

Eles vão ficar muito contentes.

 

Faça isso.

 

Eu e meu velho já não estamos mais aqui.

 

Mas estamos com nossa consciência tranquila.

 

Porque criamos nossos filhos para Deus.

 

Que meu Deus abençoe a todos.