Ajuda de Deus

Boa noite meus amados e queridos irmãos dessa casa, que aqui vieram para ouvir uma palavra amiga e ouvir a leitura desse livro que só fala a verdade.

Eu, amigos, estava aqui juntinho com vocês ouvindo essas palavras, que me fez muito bem, que me fortaleceu ainda mais o meu espirito.

Amados, vim até aqui para contar um pouquinho de minha passagem, que tive nessa Terra.

Amados fui filha n=única de uma família, vim da Italia para o Brasil, em imigração, descemos de um navio no porto de Santos.

Ali começou minha caminhada.

Viemos, eu e meus pais, para São Paulo, ali meu pai trabalhando como padeiro e minha mae como lavadeira.

Eu, com oito anos, tomava conta da casa enquanto meus pais trabalhavam.

Fui crescendo e o tempo passou, com dezoito anos me casei e tive três filhos.

Meus pais morreram e fiquei casada com meu amado marido, um bom pai para meus filhos.

Mas esse amor terminou logo, depois de anos de casada, ele morreu me deixando com meus três filhos pequenos.

Sofri muito trabalhando como lavadeira em uma casa de família, para poder tratar de meus filhos, um menino e duas meninas, que eram a coisa mais linda que Deus me deu.

Eu fazia de tudo para tratar de meus filhos, passamos até dificuldades em comida.

Sofri muito, meus amados, eu já não estava mais aguentando aquela vida e pedi ajuda ao meu Deus e ele me atendeu.

Com uma doença, fiquei na cama por muitos anos, quando me vi naquela situação, vendo meus filhos ali passando fome, tornei a pedir ajuda ao meu Deus e ele me atendeu.

Um dia apareceu um senhor de estatura mediana e de barba grande, me visitou e me disse: você me chamou.

E, eu disse a ele: não, eu não te conheço,
E ele me disse: não tem problema, eu vim te ajudar e ajudar seus filhos.
E assim foi por mais de uma ano, esse homem fazia tudo por mim e por meus filhos.

Fiquei muito feliz de ver aquele senhor tratando de mim e de meus filhos, sem cobrar nada.

Muito preocupada , eu morri, e deixei meus filhos com aquele homem, foi assim: dormi e não vi mais nada, só acordei em um lugar lindo, mas preocupada com meus filhos.

Então pedi ajuda mais uma vez ao meu Deus e que ele me orientasse.

Veio a resposta, minha irmã não se preocupe, vou apresentar um senhor que quer muito te ver.

E, veio aquele homem que eu já tinha conhecido antes , entrou e eu disse a ele: O senhor não é aquele homem que me cuidou e de meus filhos também?

Ele disse: Sou eu mesmo, você não pediu minha ajuda? E, eu te ajudei. Eu comecei a chorar e agradeci a Deus por me ouvir.

Então amigos, eu digo a todos: não reclamem por coisa a toa. Peça a ajuda de Deus e ele vai te atender, eu tenho certeza.

Eu tenho certeza por que aquele homem foi o seu filho que me ajudou a viver mais um pouquinho.

Que Deus abençoe a todos.
Quero e peço que por mais que sofra, não reclame.
Um abraço de Maria, abençoada Maria, Maria filha de Deus.