Meu filho

Uma mãe chorona sempre fui, você que me dizia. Hoje não é diferente, mas hoje é por alegria. Meu filho, obrigado por orar por mim.
Tudo foi do jeito que tinha que ser.

Passou bastante tempo, mas continuo pensando em você.
Voce me dá forças.
O ̈acidente ̈, foi programado em minha existência e tive que partir cedo. Espero ter ensinado você o suficiente.
Logo voltarei para falar mais um pouco, mas estou muito bem.
Espere por mais cartas minhas.

Alexandra Alencar.