Um exemplo

Linda noite de luar, neste Sertão.

Como é bom poder abrir os olhos e ver o céu estrelado lindo onde nada se tornou obscuro em

minha vida.

Hoje olho para os passos que tive nessa Terra, que muito saciou a fome, a sede e que muito

pelos meus familiares fez.

E só tenho a agradecer.

Fui um homem que trabalhou muito e que viveu da terra, da plantação, do arado.

E assim pude dar aos meus filhos estudo, boa educação.

Hoje pude descansar em paz.

Quero muito que todos tenham desapego e a humildade , como desse velho e pobre homem.

Digo pobre porque tudo de mim dei a eles, e não medi esforços em ajudar sobre suas vidas.

Nem uma camisa nova tinha o gosto de usar.

Vivia na lida e sem medir esforços.

Volto a dizer isto para os homens de bem se tornarem feliz , como eu estou.

E mais feliz ainda estarei junto dos meus irmãos amados, que pude conhecer nesta estalagem,

e novas coisas aprenderei.

A vida é boa e muito produtiva.

Sei bem o que fiz.

E hoje poderei, nesses novos dias, aprender o bom e velho ensinamento do Pai amoroso.

Antonio Pereira.