Uma criança

Aquela casinha pequenina da minha infância,

Aquele quintal de terra rachada que muitas vezes me deixou sujo, que minhas pernas

chegaram a ficar cinzas da poeira, de subir no pé de abacate e lá ficar pensando qual a próxima

travessura que iria fazer.

Há, há , há …. como tenho saudades de tudo aquilo, mas sei que tenho o potencial para

conquistar tudo e muito mais quando voltar.

Sabe que farei muitas outras coisas diferentes e outras quero fazer igualzonho, jogar bola,

tomar banho na chuva, soltar pipa, sair correndo quando sentir aquele cheiro de bolo saindo

do forno, que minha Vózinha Ana fazia pra mim, no fim de tarde.

Pessoal, temos que resgatar nossos momentos bons.

Tive pouco tempo nessa Terra mas, os que tive, jamais esquecerei.

Com todo respeito falo à todos.

Um serzinho que viveu intensamente a infância.